Menu:

               

 

Quinta do Salomão no YouTube

 

Notícias:

Arquivo »



Clínica Veterinária de Águeda

Rações Happy Dog

Treino de Comportamento

 

Se gosta de cães e se decidiu viver com um, não se esqueça que o cão adulto, do ponto de vista comportamental, é o produto daquilo que aprendeu durante o seu crescimento.

O ensino do cão é uma actividade praticada por milhões de pessoas em todo o Mundo. Em Portugal esta actividade ainda não atingiu a popularidade alcançada noutros Países da Europa mas tem, paulatinamente, vindo a ganhar adeptos entre os Portugueses, que adoptam o cão como mais um membro da família e que com ele criam uma relação de proximidade e companheirismo.

Estes donos rapidamente percebem que o cachorro, tão bem comportado quando chegou a casa, desenvolveu hábitos e comportamentos dificilmente aceites pelos membros da família em particular, e da sociedade em geral. Estes comportamentos a não serem corrigidos levam, na maior parte dos casos, a um afastamento e a um isolamento do cão, que tinha sido adoptado para viver no seio da família, ficando prisioneiro de uma qualquer varanda, terraço, canil ou corrente para o resto dos seus dias, quando não abandonado na rua à sua sorte.

Mas, o cão é um ser maravilhoso, inteligente, extremamente social e muito afectivo, muito habilidoso no desempenho de várias funções, perito no uso de um ouvido e nariz extremamente apurados que fazem dele um excelente companheiro e um extraordinário colaborador no desempenho de múltiplas funções ao serviço do homem, desde os primórdios da humanidade.

Todavia, o cão tem uma cultura completamente diferente do homem e precisa que este o perceba e saiba comunicar com ele para que todo o seu potencial se manifeste e se crie uma relação afectiva profunda e um entendimento total.

Só o ensino permite uma fácil comunicação entre o homem e o cão, só o ensino permite a manifestação pelo cão, de todas as suas potencialidades e só o ensino permite que homem e cão possam viver em perfeita harmonia.

Ensinar um cão consiste na possibilidade de modificar comportamentos através de sinais emitidos por uma pessoa. Todos os comportamentos apresentados, pelo animal, sem a intervenção de uma pessoa não fazem parte do ensino mas sim do seu reportório natural de comportamentos. Para que se possa considerar um cão ensinado não basta ensinar novos comportamentos, é necessário que esses comportamentos se mantenham, se apresentem sempre que solicitados por uma pessoa em qualquer circunstância. Para que isto aconteça é necessário treinar os comportamentos aprendidos durante toda a vida do cão. Quando os comportamentos aprendidos, por força do treino, se tornam em hábitos a sua manutenção é muito mais fácil e requer menos trabalho.